Saiba como fazer o Registro ANTT obrigatório para transporte de cargas

Saiba como fazer o Registro ANTT obrigatório para transporte de cargas

Registro ANTT: saiba tudo sobre a “licença” obrigatória para profissionais que trabalham com frete e evite riscos de multa.

Você quer começar a trabalhar profissionalmente com o transporte de cargas? Então continue lendo este artigo. Afinal, como você verá no decorrer da leitura, é preciso muito mais do que um veículo ou uma carteira de habilitação para exercer essa função.

  • Como tirar ANTT pela internet;
  • Quais os documentos necessários;
  • Como fazer a mudança de placa; e
  • Quais as placas de veículo disponíveis atualmente no Brasil.

Como tirar registro ANTT pela internet

Existem duas maneiras de solicitar o Registro ANTT: comparecendo em um dos postos credenciados ou pela internet, no site www.comotirarantt.com.

Como tirar registro ANTT pela internet passo a passo:

Veja o passo a passo para conseguir fazer agora mesmo o seu cadastro, renovação ou inclusão de pessoa física ou jurídica no Registro ANTT:

  • Acesse o site: www.comotirarantt.com;
  • Clique em “Cadastro”, “Renovação” ou “Inclusão” (de acordo com o que você precisa);
  • Preencha todos os dados solicitados pelo sistema;
  • Clique em “Enviar”;
  • Aguarde a mensagem indicando que o processo foi feito com sucesso.

Quais os documentos necessários?

Os documentos exigidos para a realização do Registro ANTT são:

  • Documento de identidade com foto – RG;
  • Carteira de habilitação do motorista – CNH;
  • Declaração do CPF ativo – essa declaração pode ser emitida diretamente pelo site da Receita Federal;
  • Contribuição Sindical – aquela paga uma vez ao ano cujo valor equivale a um dia de trabalho;
  • Telefones (fixo e celular);
  • Documento do veículo;
  • Comprovante de endereço atual;
  • Taxa do registro.

Além desses documentos, o solicitante deverá comprovar no mínimo 3 anos de experiência na atividade. Caso contrário, terá que apresentar o certificado de conclusão do curso TAC – TRANSPORTADOR AUTÔNOMO DE CARGAS ou ETC – EMPRESA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS.

Ambos os cursos também podem ser feitos online pelo site www.comotirarantt.com e têm duração de, no máximo, 5 horas e 30 minutos cada um.

Seguro obrigatório RCTR/C

Outra obrigatoriedade exigida para concessão de Registro ANTT é o seguro RCTR/C – Responsabilidade Civil Transportador Rodoviário de Carga.

Trata-se de um seguro de abrangência nacional que serve para custear eventuais danos a terceiros provocados pela atividade de transporte rodoviário de cargas o que inclui:

  • Abalroamento;
  • Capotagem;
  • Colisão;
  • Explosão;
  • Incêndio;
  • Tombamento.

É possível contratar esse seguro em qualquer seguradora de confiança.

Como fazer a mudança de placa?

Você já tem ou está prestes a adquirir o seu caminhão para começar a trabalhar com o transporte de cargas. Após adquirir o registro da ANTT, o primeiro passo a ser tomado é o da mudança de categoria do veículo o que, consequentemente, implica na mudança da cor da placa para vermelha.

Pague todos os débitos do veículo

Dentre os requisitos para fazer a mudança da cor da placa estão: quitar todos os débitos pendentes do veículo (se houver) – IPVA, DPVAT e multas. Você pode fazer isso no Detran, Poupatempo ou banco, mas é melhor se preparar – além das filas, esses lugares costumam exigir pagamento à vista.

Se você precisa economizar tempo e dinheiro, é melhor contar com o DOK Despachante. Além de consultar gratuitamente os débitos, dá para pagar tudo no cartão de crédito e parcelar em até 12 vezes. Acesse agora o site para fazer a documentação do veículo online.

Faça uma vistoria

Com a documentação do carro em ordem, o próximo passo é fazer uma vistoria de identificação veicular. Isso deve ser feito em uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV) e para encontrar a empresa mais próxima de você acesse a Busca de ECV.

Registro antt busca ecv

É possível procurar diretamente pelo nome da ECV, por município para ver qual a unidade mais próxima ou baixar a lista completa, como você preferir.

Atenção: lembre-se que o laudo tem validade e, portanto, após essa etapa é importante não perder tempo antes de partir para o próximo passo. Caso contrário, será necessário repetir a vistoria e pagar pelo serviço mais uma vez, pois sem ela não é possível trocar a placa e fazer o Cadastro ANTT.

Vá à unidade de atendimento com os documentos

A próxima etapa é dirigir-se até o Detran portanto a vistoria e demais documentos necessários. Caso você seja o proprietário do veículo, a lista completa de documentos que deverá levar ao Detran é a seguinte:

Registro ANTT documentos

Caso você não seja o proprietário do veículo, consulte mais informações no site do Detran.

Feito isso, os próximos passos seguem de acordo com a orientação e prazos informados no próprio Detran e esses podem variar um pouco de um Estado para outro.

Quais as placas de veículo disponíveis no Brasil?

No Brasil existem várias cores de placa diferentes, você já deve ter visto por aí placas verdes, vermelhas etc. Veja abaixo uma lista de todas as placas disponíveis e o que cada uma delas significa:

Placa cinza

placa de veículo cinza

As placas de cor cinza são as mais comuns e podem ser vistas aos montes diariamente. O modelo de fundo cinza e letras pretas é concedido aos veículos particulares e servem para identificar os veículos destinados para uso próprio.

Placa vermelha

placa veículo vermelha

O modelo de fundo vermelho e letras brancas é concedido aos veículos utilizados para fazer o transporte de cargas ou passageiros mediante pagamento. É o caso dos táxis, entregadores de pizza, vans escolares e caminhões que levam produtos de um canto a outro.

Placa branca

placa veículo branca

As placas brancas com letras pretas também são bastante comuns pois elas indicam os veículos oficiais de órgãos estaduais – carros de polícia, ambulâncias etc. Elas são muito semelhantes às placas cinzas, usadas por veículos particulares.

Placa verde

placa de veículo verde

As placas verdes indicam os veículos em experiência/ fabricante – veículos que estão passando por algum teste pela oficina mecânica, veículos em teste pela montadora e também veículos utilizados em test-drive.

Uma curiosidade: diferente das outras placas de veículo, as placas verdes não são vinculadas a nenhum carro ou moto em específico, mas sim a um CNPJ. Isso porque seu uso é momentâneo e acontece em curtos intervalos de tempo.

As placas verdes só são válidas dentro do município onde foi expedida e durante o horário comercial.

Placa branca de letras vermelhas

placa de veículo branca e vermelha

As placas de fundo branco e letras vermelhas são utilizadas nos veículos de auto escola.

Placa preta

placa de veículo preta

Outra placa bastante rara é a placa preta, usada para identificar veículos antigos, com mais de 30 anos de fabricação, que preservam características originais de fábrica. Essa placa possui fundo preto e letras cinzas.

Placa azul

Placa de veículo azul

As placas de cor azul identificadas apenas com as letras CC e os números pertencem aos carros de consulados.

Além dessas também existe a placa verde e amarela, utilizadas somente nos veículos utilizados por figuras do alto escalão do governo federal: presidente e do vice-presidente da República, presidentes do Senado e da Câmara, presidente e ministros do Supremo Tribunal Federal, ministros, advogado-geral da União e procurador-geral da República.

E, por último, mas não menos importante, a placa preta com letras douradas utilizada em veículos oficiais. Contudo, nesse caso, seu uso será específico para veículos oficiais dos três níveis de governo e das Forças Armadas.

Dúvidas sobre o Registro ANTT? Deixe aqui embaixo no espaço destinado aos comentários, ficaremos felizes em tentar esclarecer tudo para você! Lembre-se de compartilhar este artigo com aquele seu amigo que quer fazer transporte de cargas e o ajude a entender melhor como isso funciona!







Comentários

Related Posts