Saiba como parcelar o seu licenciamento!

Saiba como parcelar o seu licenciamento!

Comprar o carro próprio é um dos sonhos do brasileiro. Um automóvel é sinônimo de maior independência, mobilidade e praticidade, fatores que aumentam a qualidade de vida em geral. Entretanto, nem tudo é tão simples como se imagina. Existem algumas responsabilidades tributárias com as quais o dono do veículo precisa sempre estar em dia, como o IPVA, Seguro DPVAT, Licenciamento Anual, etc. Neste post, iremos falar sobre o licenciamento. Explicaremos do que se trata, para que serve, e daremos orientações sobre como parcelá-lo.

O que é o licenciamento e para que serve?

A cada ano, é necessário renovar o licenciamento do seu veículo. Este documento é necessário, pois atesta que o seu automóvel está em plenas condições de uso, segundo as normas ambientais e de segurança para trafegar em vias brasileiras. Ou seja, é uma garantia para você e para as autoridades competentes de que o seu veículo não apresenta riscos a ninguém e nem ao funcionamento correto do trânsito.

O valor da taxa de licenciamento não é fixo em todo o território brasileiro, cabendo ao DETRAN (Departamento de Trânsito) de cada Estado a definição do preço, que pode variar entre R$ 50,00 e R$ 100,00. O preço pode não parecer muito alto, mas levando em consideração que o proprietário do veículo investe grande valor em outras taxas referentes ao automóvel, no final o montante de dinheiro gasto faz uma grande diferença. Também é importante frisar: para renovar o licenciamento do seu veículo, é necessário estar em dia com todos os outros impostos ligados ao veículo.

Impostos e Taxas que compõem o Licenciamento:

  • Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA);
  • Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT);
  • Taxa de licenciamento;
  • Taxa de Corpo de Bombeiros;
  • Multas em atraso.

Como parcelar o licenciamento?

A cobrança do licenciamento acontece no segundo semestre do ano, por meio do rodízio de placas. O pagamento acontece, na maioria dos casos, por boleto bancário. Embora seja uma opção rápida e prática, é comum que haja a preferência no pagamento parcelado deste valor.

Parcelar licenciamento é simples e não dá trabalho. Basta entrar no site do despachante DOK. No sistema do site, acesse as páginas LICENCIAMENTO ONLINE. Lá, você terá a possibilidade de emitir o boleto para pagamento do valor inteiro, ou a opção de parcelamento nos cartões de crédito até 12x.

Então, recapitulando, veja o passo a passo:

  • Certifique-se que está solicitando o parcelamento com um mês de antecedência do mês de pagamento;
  • Acesse o site do DOK Despachante;
  • Acesse as páginas LICENCIAMENTO ONLINE
  • Escolha o número de parcelas que deseja;
  • Realize a emissão do boleto ou parcelamento nos cartões.

Quais são as penalidades e multas?

Como previsto no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro, a circulação de automóveis sem o licenciamento anual atualizado, pode acarretar na apreensão do veículo, aplicação de 7 pontos na carteira do condutor e multa de R$ 191,51. A infração enquadra-se na categoria “gravíssima”.

Tendo em vista todos esses fatores, adiar o pagamento do licenciamento pode ser uma grande dor de cabeça. Em alguns estados, como São Paulo, o nome do proprietário em débito com o licenciamento pode, após algum tempo, ser incluído do CADIN (Cadastro de Dívida Ativa), restringindo ao proprietário a receber valores provenientes da Receita Estadual, como o salário de servidores públicos ou projetos, como o ressarcimento de valores provenientes da Nota Fiscal Paulista. Por isso, caso necessário, opte por parcelar o licenciamento, e efetue o pagamento com mais calma e comodidade. Isso é garantia de que não haverá imprevistos na estrada!

Ficou com dúvidas sobre como parcelar licenciamento? Tem alguma outra dica pra acrescentar? Deixe seu comentário e participe deste post!

Comentários

Gregory Packs
Gregory Packs

Um jovem de Sorocaba, interior de São Paulo, descobriu na prática o que é estratégia multicanal – e como ela pode revolucionar o negócio de sua família. Gregory Packs tinha 3 anos de experiência no ramo de Sistemas de Informação quando percebeu que o escritório despachante da mãe enfrentava problemas. A Dok Despachante havia sido criada no início de 2006 por Beth Pontes que começou sua carreira de Despachante há 20 anos, depois de uma longa carreira em escritórios da cidade. “Quatro ou cinco anos depois começamos a concluir que, nesse mercado de despachantes, numa cidade como Sorocaba, os grandes reinam e havia poucas chances para os pequenos, mesmo com experiência”, conta Gregory. Foi quando ele decidiu empregar o que havia aprendido com a experiência digital sozinho e na faculdade.

Related Posts